_festival perfídia 2019

   _bairro da Luz _são paulo_sp

       _1 a 10 de Agosto

      _programação

 

       _residências colaborativas _performances _videoperformances _intervenções urbanas _shows _instalações _interatividade _oficinas           _mesas redondas  _DJs _VJs _cabaré _festas

 

                  _atividades 100% gratuitas

>1 a 7 de Agosto

_perfidiaCOLAB

      _residência artística colaborativa

           _atividades abertas para participação

       _perfídiaCOLAB é uma residência artística colaborativa onde dois artistas/coletivos produzirão, em parceria com o Festival Perfídia, experiências de intervenção urbana inéditas, produzidas e ativadas in loco no bairro da Luz, num processo que mistura intercâmbio, residência artística e site specific.

   Os artistas selecionados Naine Terena (Cuiabá-MT) e Eric Barbosa (Fortaleza-CE) coordenarão, cada um, uma residência artística entre os dias 1 e 7 de Agosto na região da Luz, com apoio da Casa da Luz, Teatro de Contêiner e Cia. Pessoal do Faroeste.

         O mote dos experimentos será a ocupação e ressignificação de espaços urbanos no bairro e a imersão/interatividade com os habitantes do local. Os experimentos serão apresentados durante o festival, momento de encerramento da residência.

Para essa residência, cada projeto está com inscrições abertas  para pessoas interessadas em colaborar de forma voluntária com os experimentos. Conheça as propostas e participe!

                      

     

  _perfidiaCOLAB #1

_Memórias Afetivas

         _Naine Terena

                     _Cuiabá_MT

> Residência: entre 1 e 7 de Agosto

> Ativação: 8 de Agosto, 18h (Largo General Osório)

+++ INFORMAÇÕES: https://www.plataformaperfidia.com/perfidiacolab

 

COMO PARTICIPAR

ENCONTROS ABERTOS:​

Quinta 1 de Agosto | 19h-22h - Reunião #1 | Sede Luz do Faroeste (Sala do térreo)

Domingo 4 de Agosto | 14-18h _Reunião #2 | Sala de Reuniões do Instituto Luz do Faroeste

Segunda 5 de Agosto | 15-17h _Reunião dos COLABs - Naine Terena + Eric Barbosa | Sede Luz do Faroeste (Sala Magnani - 2 andar)

Terça 6 de Agosto | 17-21h _Reunião #4 | Casa da Luz (Coworking)

Quarta 7 de Agosto | 17-21h _Reunião #5 | Casa da Luz (Coworking) + Ensaio Técnico 

Quinta 8 de Agosto | 14h30 _montagem |  18h _ativação do experimento | Largo General Osório

           _perfídiaCOLAB #2

_Percurso Instalativo Sonoro:

         Cidade, Memória e Ruína

       _Eric Barbosa

                    _Fortaleza_CE

> Residência: entre 1 e 7 de Agosto

> Ativação: 9 de Agosto, 18h (Largo General Osório)

+++ INFORMAÇÕES: https://www.plataformaperfidia.com/perfidiacolab

COMO PARTICIPAR

ENCONTROS ABERTOS:​

Quinta 1 de Agosto | 09h às 12h - Caminhada Sonora na Luz (Processos de Captação Sonora bairro da Luz)  | 19h - 22h - Mostra Percurso Instalativo Sonoro: VideoArte /Video-Performance /Video Experimental + Abertura de Processo: Performance Sonora #1 _Eric Barbosa (CE) + Infusão (BA) | Casa da Luz (Sala de Vídeo)
Sexta 2 de Agosto |  14h às 17h - Caminhada Sonora na Luz (Processos de Captação Sonora bairro da Luz) | 19-22h - Abertura de Processo | Performance Sonora #2  _Eric Barbosa (CE) + Bella (RJ)  | Sede Luz do Faroeste (Térreo)
Sábado 3 de Agosto | 15-18h _Abertura de Processo | Performance Sonora #3 Eric Barbosa (CE) + Marina Mapurunga (CE) | Sede Luz do        Faroeste (Térreo)
Segunda 5 de Agosto | 17-20h _Reunião - Colaboratório de Residência | Conversas acerca do universo na arte sonora, identidade, memória e linhas investigativas de pesquisa com pessoas, situações | Ateliê Amarelinho
Terça 6 de Agosto | 17-20h _Conversa Aberta sobre o processo de criação na Residência Plataforma Perfídia | Ateliê Amarelinho
Quarta 7 de Agosto | 17-20h _Processos Criativos de Residência/Estudos de Espaços e Instalações | Largo General Osório
Sexta 9 de Agosto | 15h30 - Montagem | 19h _ativação do experimento | Largo General Osório

Para maiores informações:    festivalperfidia@gmail.com  |   (11) 979563377

> 1 a 10 de Agosto

através do instagram @plataformaperfidia

..

_DEPARTAMEME

_Aslan Cabral

_Recife-PE

@aslan.cabral

Gif-Art e Meme-Art

DEPERTAMEME é originalmente o nome de um espaço criado dentro da câmara dos
deputados para estudo e produção de memes políticos. Iniciativa de um digital influencer and deputado chamado Kim Kataguiri, que direciona parte de sua verba de gabinete para pagar funcionários responsáveis para criar conteúdo com potencialidade viral. Homônima à iniciativa do deputado digital influencer, a proposta de realização de obras de gif-art e meme-art no Instagram do Perfídia + a oficina no _perfidiaLAB acontecem com o objetivo de sugerir, apontar que até mesmo dentro do poder legislativo tradicional/contemporâneo o conteúdo objeto dessa atividade [estudo e produção de cultura viral] tem poder e valores em alta nas dinâmicas discursivas, midiáticas , sociais atuais... and por isso faz se necessário momentos que deêm conta desse tipo de debate e conscientização sobre possibilidades de discussão, linguagem que surgem através do uso de smartphones e internet.

Aslan Cabral vem originalmente da performance do corpo e atualmente se dedica à criação de linguagens e novas dinâmicas sociais provenientes do simples uso de aparelhos e aplicativos digitais, bem como a hibridização de mídias promovidas nessas ondas.

> 3 de Agosto

> sábado, 13h-17h

> Teatro de Contêiner

_perfídiaLAB #1

_cursos e oficinas

_laboratório de cenografia digital

_com Fernanda Duarte  @rec.organize

Nesta oficina a artista visual e professora Fernanda Duarte adota uma abordagem teórica e prática a respeito dessa temática para construir, junto aos participantes, uma proposta narrativa que revelará os desafios mais comuns envolvidos na elaboração destes projetos e vídeo cenários para espetáculos teatrais, shows musicais, eventos performáticos, estruturas instalativas e em inúmeros formatos.


Fernanda Carolina Armando Duarte é doutora em Artes Visuais pela UNESP. Realizou estágio no exterior na Universidade de Barcelona (Espanha).É mestre em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e criadora no RE(C)organize.

> 6 de Agosto

> terça, 19h-22h

> Ateliê Amarelinho

_perfídiaLAB #2

_cursos e oficinas

_laboratório de música experimental eletrônica - Cultura Maker/DIY

_com Rodrigo Florentino  @rodrigo__florentino

Nesse laboratório, Rodrigo conta um pouco de sua trajetória, seus processos criativos, a aproximação com a Cultura Maker/DIY (Do It Yourself/Faça Você Mesmo). Utiliza computador, guitarra e alguns elementos analógicos, como kalimbas, pedais de guitarra e um mini oscilador construído por ele mesmo, entre outras traquitanas usando piezo elétrico e sucata de informática, além de experimentos com a interface Ableton live.

www.rodrigoflorentino.com/noxtrinta 

 

Rodrigo Florentino é compositor de trilha sonora para teatro, cinema, dança contemporânea e performance.Desenvolve o projeto de música experimental N0X3O (noxtrinta), desde 2004, utilizando recursos tecnológicos não convencionais na criação e execução ao vivo de suas músicas autorais

> 7 de Agosto

> quarta, 19h - 22h

> Transmissão Ao Vivo pelo Facebook do Perfídia facebook.com/plataformaperfidia

_perfídiaLAB #3

_cursos e oficinas

_DEPARTAMEME _redes sociais, memes e conteúdos virais

_com Aslan Cabral @aslan.cabral

DEPARTAMEME - escola livre, atividade de debates sobre conteúdo viral e comunicação através de memes e redes sociais. A proposta traz para o debate possibilidades de discussão a partir dessa linguagem que surge através do uso de smartphones e internet, abordando tópicos como o mundo midiático pós-digital, a criação de memes através de threads de grupos de troca de conteúdo viral e impulsionamento de páginas e negocios através da plataforma Instagram.


Aslan Cabral é performer digital - entusiasta do meme - curador de arte e DJ - Embora venha da performance do corpo a criação de linguagens e novas dinâmicas sociais provenientes do simples uso de aparelhos e aplicativos digitais, bem como e hibridização de mídias promovidas nessas ondas , representam boa parte do foco em cultura contemporânea aos quais se dedica atualmente.

> 8 de Agosto

> quinta, 14h-17h30

_videoperformances

> Casa da Luz

> 8 de Agosto

> quinta, 18h

> Largo General Osório

> ativação do perfídiaCOLAB #1

    _Memórias Afetivas

        _Naine Terena 

Memórias Afetivas tem a ideia de reunir memórias de bem viver dos transeuntes do bairro da Luz numa pequena instalação em um espaço urbano. Sabe um chá, um banho, uma receitinha que cura aquela dorzinha, acalma a tensão, dá uma melhorada no sono? É atrás desses saberes que estamos. Ele está presente e às vezes adormecido em cada pessoa que transita num centro urbano que engole as 'coisinhas' da vida. A residência irá captar esse conhecimento e trazer para um espacinho de cuidado e acolhimento. Trazemos também nossa contribuição. Estamos coletando na memória de nossas anciãs Terena esse saber. Queremos compartilhar. Cruzar. Mostrar que a distância geográfica não nos afasta. Mas que pode existir nesse percurso, algum elemento que nos une.

Naine Terena de Jesus é Indígena Terena, do Brasil. Enquanto artista, dá vida à sua obra a partir da Oráculo Comunicação, educação e cultura, onde é empreendedora sociocultural, movimentando atividades que problematizam a memória e o tempo enquanto elementos essenciais para a sobrevivência física, social e de afetos. 

https://oraculocomunica.wordpress.com/

>>>> PARTICIPE <<<<

> 8 de Agosto

> quinta, 19h-22h

> Casa da Luz

_Projeto Noites Experimentais

              de Música Eletrônica 

      _com Barulhista (MG) + AD4CHI + Haroldo Paraguassú e Felipe Frederighi + Eddu Ferreira

O projeto Noites Experimentais, promovido mensalmente pela Casa da Luz, convida músicos da cena eletrônica experimental para uma jam session sonora. Nessa noite, o palco fica com os músicos Barulhista (de BH), Eddu Ferreira, Haroldo Paraguassú e Felipe Frederighi, e Adachi. Entre a delicadeza e a experimentação, os artistas apresentam pequenos shows intimistas e introspectivos para se assistir dos sofás neste happy hour gratuito no centro de São Paulo.

> 8 de Agosto

> quinta, 22h

> festa de abertura do Festival Perfídia

_CabaréPerfídia

_Festa _Performances _DJs _VJs

> Casa da Luz

> entrada somente para maiores de 18 anos. obrigatória apresentação de RG

> 8 de Agosto

> quinta, 22h30-03h

_videoperformances

> Casa da Luz

> durante o CabaréPerfídia

> 8 de Agosto  > quinta, 23h

> durante o cabaréPerfídia  > Casa da Luz

_CORPOMÁQUINA

_Robo.art

_São José do Rio Preto-SP

          @robo.art.br

Ao explorar as fronteiras entre corpo e máquina, o espetáculo performático intermídia CORPOMÁQUINA propõe a reflexão sobre o limite entre o biológico e o sintético, e sua inevitável fusão proporcionada pela busca incessante da transcendência das limitações do ser humano. Aborda o questionamento de até onde o corpo é humano, onde se torna máquina, e onde ocorre a transcendência deste corpo para máquina.  Para o espetáculo foi desenvolvido um sistema próprio de tradução de movimento baseado em sensores musculares e microcontroladores, que anexados ao corpo do performer geram sons conforme a tensão, distensão e movimentos corpóreos. Além de utilizar um sensor de movimento para o mapeamento corporal na geração de vídeos.

Robo.Art é um agrupamento artístico de pesquisa e produção em múltiplas linguagens, gestão e produção de projetos culturais sediado em São José do Rio Preto - SP. O agrupamento, atualmente, desenvolve trabalhos dentro de vários segmentos artísticos, com ênfase em: artes audiovisuais e suas vertentes, artes plásticas, intervenções e performances baseadas em pesquisa de novas plataformas e uso de tecnologia.

Artistas do Agrupamento: Vinicius Dall'Acqua, Gustavo Arão, Vinicius Francês, 

Elissa Pomponio e José Vitor Gomes

> 8-9 de Agosto  > quinta pra sexta, 00h

> durante o cabaréPerfídia  > Casa da Luz

_AMEBA-GLITCH

_Nataly França Mamede

__com Tale Twist e Luz de Pandora

_São Paulo-SP

          @natalymamede

Em AMEBA-GLITCH a artista interdisciplinar e performer, Nataly França Mamede propõe uma aproximação critica e audiovisual entre o pixel; elemento minimo da imagem técnica, e a ameba; protozoário e organismo vivo mínimo. A performance-instalação-intervenção, que opera a partir da fragmentação e apropriação fagocitária de imagens, relaciona o conceito deleuziano de politica molecular e a glitch-art, expressão estética cujas falhas sistêmicas, fraturas e bugs, são incorporadas às poéticas visuais. AMEBA- GLITCH estreou no Festival Corpo_Sub Corpo no Sesc Santos em 2015 e integrou duas edições do Festival Áudio Insurgência em 2017. Ao longo das três ações realizadas colaboram importantes músicos experimentais, como Wilson Sukorski, Xerxes e Fede Gaumet (Arg), além dos artistas audiovisuais, Edu Zal, Caio Fazolin, Guilherme Pinkalsky. Em nova montagem a performance intermídia de Nataly França Mamede terá a colaboração de Luz de Pandora no video-mapping e Tale Twist no som

Nataly França Mamede é artista multidisciplinar dedicada às artes plásticas, performance, instalação, intervenção urbana, vídeo-arte, poesia, arte relacional e criação de cenários e objetos.

> 8-9 de Agosto  > quinta pra sexta, 01h

> durante o _cabaréPerfídia > Casa da Luz

_Cântico dos Cânticos

_Ventura Profana e Jhonatta Vicente

_Belo Horizonte-MG

          @venturaprofana  @jhonattavicente

Ungidas pelas mãos pentecostais das varoas, Jhonatta Vicente e Ventura Profana ministram um clamor em favor das vidas dissidentes, estranhas, monstras, reivindicando através do terreno da fé a restituição do direito a existir em plenitude de vida. Em “Cântico dos Cânticos”, performance de 40 minutos, elas costuram trechos de clássicos da música cristã brasileira com uma seleção de textos bíblicos como meio de denúncia ao projeto heterocisnormativo eurocêntrico patriarcal de aniquilação das vidas TLQGB, tendo o assassinato de Jesus Cristo como pano de fundo. "Eu não vou morrer" canta Ventura Profana em culto à Deusa Travesti. O trabalho é antes de qualquer coisa, um clamor por socorro, justiça e restituição. Parem de nos matar!!! Ventura Profana e Jhonatta Vicente resgatam vestígios de uma educação evangélica, criando um paralelo entre o genocídio à TLGBs e a crucificação de Cristo.

Ventura Profana é artista visual, cantora e escritora. Cria de Catu, interior da Bahia, é
carcará, trava faminta, doutrinada nos templos batistas até os dezoito anos. Negra, travesti, gorda e nordestina, desenvolve sua pesquisa a partir da educação cristã e

de seus desdobramentos em corpos dissidentes.

Jhonatta Vicente é artista e performer da coletividada Námíbià, tem sua pesquisa embasada na música negra, breakbeats, eletro e funk. Estudou na Escola de Belas Artes da UFRJ, onde iniciou seus estudos em performance sonora e visualidades.

> 9 de Agosto > sexta, 19h

> Largo General Osório

> ativação do perfídiaCOLAB #2

.

_Percurso Instalativo Sonoro: Cidade, Memória e Ruína

_Eric Barbosa

_Fortaleza-CE

@ericdsbarbosa

Instalação sonoro-audiovisual-performativa.

A estética da ruína como poética sonora, histórica, afetiva e visual. A instalação é fruto de uma expedição pelo bairro da Luz com o intuito de realizar um mapeamento cartográfico-sonoro-imagético que deriva por dois processos independentes, mas que se ligam enquanto obra: o de captação de sons e imagens e sua exposição, em caráter de instalação audiovisual urbana. O foco do projeto é estabelecer conceitos de cidade, memória e ruína – sob uma ótica afetiva e emocional de pessoas através de imagens, depoimentos e conversas com moradores – interligando com pontos de ruínas físico-estruturais de suas respectivas lembranças afetivas e emocionais. 

Eric Barbosa é Compositor, Produtor, Educador e Artista Sonoro/Multimídia. Sua produção artística transita por linguagens, como: música, instalação sonora, performance, dança, arte sonora, audiovisual, artes visuais e novas tecnologias. https://ericbarbosa.bandcamp.com/music

>>>> PARTICIPE <<<<

> 9 de Agosto > sexta, 20h

> Esquina da Rua do Triunfo com a Rua General Osório

> ao lado do Largo General Osório

.

_HiperGIF

_Circulus Ópera

_São Paulo-SP

@circulusopera

Videoinstalação interativa

Com recursos que mesclam Projeção de Vídeo, GIF Animado e Chroma key, a proposta consiste em convidar as(os) transeuntes do bairro para participarem da composição de um grande quadro vivo, de forma extrovertida e interativa. Cada um teria sua imagem captada no ato, por cerca de três segundos. Após ser feita a captação da imagem de cada participante, o arquivo será imediatamente transformado em GIF e transportado para o "quadro" que, nesse momento, agregará um elemento a mais, e assim sucessivamente, de participante em participante, até completar as possibilidades espaciais da composição.

Circulus Ópera explora a dialética entre os recursos tradicionais e as tecnologias digitais. Iniciou suas atividades em 2012, operando no campo das artes do palco. Nasceu da união de técnicos-artistas de espetáculos teatrais e de dança, com o intuito de criar um ambiente de aprimoramento por meio da troca de experiências. Artistas: Thiago Capella, Diego Mazutti, Samira Lochter, Daíse Neves e Renato Grieco. 

> 9 de Agosto

> sexta, 20h30

> Ateliê Amarelinho

_LoungeLove

_Festa em parceria com a Cia. Pessoal do Faroeste

_Festival Perfídia + Faroeste Mostra Quase Tudo

_Bar + Comidinhas + Música 

> entrada somente para maiores de 18 anos. obrigatória apresentação de RG

> 9 de Agosto

> sexta, 20h30 - 00h

_videoperformances

> Ateliê Amarelinho

> Durante o LoungeLove

> 10 de Agosto

> sábado, 14h-17h

_videoperformances

> Teatro de Contêiner

> 10 de Agosto

> sábado, 14h

> Teatro de Contêiner

_compartilhamento #1

_bate-papos sobre arte e tecnologia

_Videomapping e Videoperformances

_com VJ Spetto

@vjspetto    www.youtube.com/vjspetto

Workshop/palestra com VJ Spetto falando sobre Videomappings e Videoperformances, Caligrafia Urbana, Intervenções Urbanas e Grafite. Uma conversa despojada sobre assuntos que permeiam a arte do Videomapper.
VJ SPETTO é videoartista, VJ, músico, trabalha há mais de 25 anos com arte digital. Especialista em projeções de vídeo em larga escala, videomappings e projeções fulldome.

> 10 de Agosto > sábado, 15h às 18h

> Teatro de Contêiner

.

_Eu? Aqui? Onde?

_Paula Giavarotto e André Ryuji

_São Paulo-SP

@paulagiavarotto  @andreryuji

Instalação audiovisual interativa

O bairro da Luz é uma região de antiga ocupação, cujas camadas históricas estão expostas e permanecem ali, mesmo com os processos de modificação urbana, de tipos de uso, personagens, dinâmicas e poderes que nela habitam. Para enxergá-las com todos os sentidos é necessário tirar os fones de ouvido, os olhos da tela e abrir a escuta sensorial. A partir da cartografia sensível no bairro, a artista está coletando e documentando a experiência de deriva através da captação de sons e imagens. Somado a isso, a coleta de materiais como sucatas e outros fragmentos sólidos. O material coletado será utilizados para a composição de uma narrativa em formato de instalação audiovisual interativa.

Paula Giavarotto trabalha com arte-educação, mapeamento afetivo, estudo e experimentação com materiais, videoarte e performance. Atua principalmente com elaboração de cenografia, figurino, intervenções urbanas, mobiliário urbano, design, urbanismo, arquitetura, vídeo performance, artes visuais e manuais.
André Ryuji, é membro do grupo BADMATRACORPORATION no qual realiza experimentações com áudios captados das ruas e do cotidiano, criando ambientes sonoros ao vivo. É produtor musical independente, estudante de pedagogia e professor de música.

> 10 de Agosto

> sábado, 16h

> Teatro de Contêiner

_compartilhamento #2

_bate-papos sobre arte e tecnologia

_Curadoria de Arte e Tecnologia

em tempos de crise

_com Fernando Velázquez

@f___velazquez     https://blogart.com/

Conversa sobre os caminhos e possibilidades nas formas de produção e circulação de projetos em arte e tecnologia na atualidade.  

Fernando Velázquez é artista multimídia, pesquisador e curador. Produz instalações, vídeos, performances e objetos interativos com imagens criadas a partir com algoritmos.
 

giphy-downsized-large.gif

> 10 de Agosto > sábado, 17h30

> Teatro de Contêiner

..

_Utensílios Sonoros

_Thiago Salas

_em parceria com Iago Matti

_São Paulo-SP

@salasthiago        cargocollective.com/thiagosalas

Performance sonoro-audiovisual

UT. SO. é uma série de peças construídas a partir da busca em conectar elementos
sonoros e materiais por meio de articulações, usando barras roscadas, parafusos e cabos de áudio. Iniciado em 2012 o trabalho conta com 10 peças que mesclam processos de escultura e plástica sonora; dispositivos eletrônicos de automação e composição multicanal. A poética desenvolvida busca caminhos de composição e fragmentação multissensorial num processo que torna os elementos sonoros índices das qualidades materiais dos objetos. Porcelana, madeira, aço, alumínio, entre outros, friccionam um espaço invisível numa espécie de ritual das coisas. 

Thiago Salas trabalha com composição e improvisação em música experimental
e contemporânea, arte sonora e performance. Seus trabalhos autorais envolvem
relações entre corpo-espaço-objeto em poéticas que investigam o gesto e o
desenvolvimento de novas tecnologias sonoras.

> 10 de Agosto

> sábado, 18h

_perfídiaMUSIC

_encerramento do Festival Perfídia 2019

_DJs _VJs _performances _shows

> Teatro de Contêiner

_videoperformances

> Exibições:

​>1 a 7 de Agosto _perSOFAme 

​> Diversos Locais da cidade

 

​> 8 de Agosto > quinta

> 14h às 17h

> 22h às 3h > durante o CabaréPerfídia

​> Casa da Luz

> 9 de Agosto > sexta > 20h30 às 02h

> durante o LougeLove

> Ateliê Amarelinho

​> 10 de Agosto > sábado > 14h às 17h

> Teatro de Contêiner

​>Vídeos:

 

​_profanAÇÃO

​_Estela Lapponi  

_São Paulo_SP            

 

_NEGRITUDE     

_Rafael Jorda  

_Catanduva_SP

 

_Nakua pewerewerekae jawabelia/Hasta el fin del mundo/Até o fim do mundo      

_Unid@s contra la colonización: muchos ojos, un solo corazón    

_Puerto Gaitán_Colômbia         

 

_BALDÍA     

_Renna Costa  

_Arcoverde/PE  

             

_Retorno à Ternura  

_Victor de La Rocque

_Belém_PA

_Tráfegos em Travessias

_Doroti Martz e Jesús Pérez    

_São Luís_MA                

 

_Destapume-se        

_Coletivo Teatro Dodecafônico        

_São Paulo_SP  

 

_A margem da margem              

_Rose Mara Kielela                    

_Luanda_Angola

 

_Em Memória do Meu Ovário Enfermo          

_Kali Ôza  

_Recife_PE        

 

_Mangar  

_Lívio do Sertão

_Crato_CE

> Endereços

> Casa da Luz _Rua Mauá, 512

> Sede Luz do Faroeste _Rua do Trinfo, 301

> Ateliê Amarelinho _Rua General Osório, 23

                     > esquina com Rua do Triunfo

> Teatro de Contêiner _Rua dos Gusmões, 43

          > Bairro da Luz _Centro _São Paulo_SP